Quem sou eu

Minha foto
adimiradora de música, história, gatos... apaixonada e racional, séria e lesa.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Tic-Tac monográfico

Como soa alto o som dos segundos seguindo em minha sala
As engrenagens do relógio me lembram que o tempo não espera a inspiração
Ele passa, e passa, e passa...

E passa em minha cabeça que eu deveria estar fazendo um monte de coisas
Ou simplesmente não fazendo nada em meu repouso letárgico
Mas cá estou, escrevendo de forma não “monográfica”

E então decido escutar meu vigia, o “tic-tac” ensurdecedor na madrugada quieta.
Espremerei minha cabeça para historiar com meus jornais e livros...

E.V.

Um comentário:

Road Assis disse...

E o "monográfico" espera o andar dos "tic-tac"... e eu espero, no silêncio sonoro do falar por escrições, a atenção que nunca me foi tirada... esse teu vigia (o "tic-tac"), já foi meu vilão covarde e abstrato... hoje, com um ponto de vista mais racional, acredito, também, que ele foi nosso aliado... nos conhecemos melhor no passar das horas... e chegamos a nos admirar na representação do "tic-tac" em dias... é, o tempo tem seu lado bom. Belo texto narizinho.